[ficha técnica]

Prospecção de Mobiliário da Igreja São Benedito

[Local]

Piracicaba – SP

[Data do projeto]

07/2019

[Equipe]

DRVO Arquitetura

[Fotos]

Leo Rait

Prospecção de Mobiliário – Igreja de São Benedito

Relatório de Prospecção do Mobiliário da Igreja de São Benedito. O Relatório de Prospecção é disponivel ao público, e pode ser acessado na íntegra através do link abaixo.

Para visualizar o relatório completo, clique aqui!

 

O Patrimônio

O monumento deve ser tratado como elemento de rememoração, e a preservação deste consiste na aquisição de uma consciência histórica que tem o intuito de transmitir os elementos para as gerações futuras, sem desnaturá-los ou falseá-los, já que são bens únicos e suporte do conhecimento e da memória coletiva, para que possam cumprir sua função social.

Um patrimônio deve ser preservado por razões de cunho cultural, científico e ético (Beatriz Kühl).

Um monumento possui um valor histórico e cultural que representa tradições de uma sociedade, e na maioria das vezes, é tombado por órgãos públicos municipais, estaduais e/ou federais, que tem como propósito, através de leis, preservar os patrimônios, impedir a sua degradação e destruição e propiciar sua plena utilização.

 

Bens Móveis da Igreja de São Benedito

 

Os Bens Móveis de valor cultural, integrados ou não às edificações e que constituem o patrimônio construído, ao decorrer do tempo, enfrentam degradações de seus materiais e sistemas construtivos. Este fator, somado à intervenções humanas, alteram as propriedades dos materiais, prejudicando o desempenho dos elementos construtivos e até mesmo a funcionalidade estética de tais bens. O presente relatório apresenta os procedimentos básicos para assegurar a qualidade das diretrizes de conservação e restauro do Altar, do Retábulo-Mor de São Benedito e do Retábulo Lateral de Nossa Senhora do Rosário, localizados na Igreja de São Benedito.

 

Prospecção e Mapeamento de Danos

 

Para o mapeamento de danos, buscou-se como condição básica, o conhecimento e a compreensão sobre o estado de conservação de cada um dos três objetos. A comparação entre as análises deste estado e as informações históricas dos bens e seus componentes garantem maior fidelidade e eficácia dos métodos. A identificação dos danos e o grau de intensidade é apresentado através de uma relação entre o  comportamento padrão do elemento construtivo e seu desempenho atual. Tais danos, podem se apresentar de forma visível (o que torna imediata a sua constatação) ou intrínseca (motivada por sobreposições de fatores variáveis alocados em relações térmicas, temporais, naturais e ações humanas) que muitas vezes são geradas
de maneira indireta, subsequentes à acontecimentos ou atos cotidianos. A compreensão da amplitude e alcance dos danos é importante para distingui-los em localizados ou generalizados. O domínio destas informações garantirá se o processo de futuras intervenções será pontual ou em maior amplitude.

As Prospecções tem como objetivo a identificação de materiais, do sistema construtivo, estado de conservação e alterações do partido arquitetônico.

Deverão ser considerados para a realização da prospecção arquitetônica, os seguintes aspectos: vãos que tenham sido fechados; alteração dimensional dos vãos; alteração dimensional de elementos construtivos; materiais de construção utilizados; estado de conservação dos materiais; cor e pintura original das paredes, portas, janelas e elementos decorativos; pintura decorativa dos forros, paredes e outros (identificação de áreas caso ocorra).

Ainda, objetivam fornecer informações complementares à pesquisa histórica e levantamento cadastral, possibilitando análises e deduções de hipóteses de diagnóstico, alternativas de soluções de projeto.

 

Para visualizar o relatório completo, clique aqui!